Marcolino Moco

A Pauta de Moco

A esperteza esgotou-se, desgastou-se, e quando foi necessário recorrer à inteligência, Marcolino Moco sucumbiu à vulgaridade e colocou a nu o seu oportunismo insano e revelou a sua vil veia traidora.Chegou a tudo onde um

Corpus Delicti

Perante a incapacidade de minar e alterar a contagem dos votos, os sabotadores socorrem-se de expedientes flagrantes criminais, como a enxurrada de adulterações e leituras deturpadas de factos e documentos, sempre com o propósito de

O culto do Moco

A indecência intelectual manifesta-se por simpatia, ultrapassa fronteiras, vira comédia, é um desfile carnavalesco da promiscuidade, é o auge da esquizofrenia digna de uma loucura brava. Na UNITA/FPU já nada se esconde, perdeu-se de vez a

Inapelavelmente residual

Intelectualmente pigmeu, politicamente anão, e militarmente básico, o matumbo Lukamba Paulo Gato, com a arrogância dos ignorantes que lhe é peculiar, veio a terreiro desafiar a Ordem Democrática, com farpas inquisitoriais de vitória antecipada. Adensa-se a

Moco Sukuyangui

Um ex-governador do MPLA, ex-primeiro ministro de José Eduardo dos Santos, ex-tachista da CPLP por Angola, eterno oportunista, excluído ressabiado, Marcolino Moco veio a terreiro chorar as dores da UNITA/FPU, arrastando-se fielmente no trilho subversivo