África

Humildade e democracia

O mundo aplaude a serenidade e a determinação proclamados pelo Presidente reeleito de Angola, João Manuel Gonçalves Lourenço. Com clareza e transparência nunca experimentados em Angola, a votação, o apuramento dos resultados, não obstante a azia

Os macacos

Não é África nem tempos de colonização, mas não faltam primatas na Lusitânia terra que se auguram seres superiores, todavia, vendidos a preço de férias exóticas manchando a comunicação social com nichos prostituídos branqueadores de

As colisões

Confesso que mesmo tendo como inevitáveis, os antagonismos pessoais e políticos na UNITA/FPU e nos seus principais protagonistas, não se manifestassem tão cedo e com tanta veemência. Inevitáveis porque os falsos consensos advêm de interferências objetivamente

Naturalmente

Pelo prestígio conquistado, pela confiança ganha, pela envergadura conseguida, pelo respeito por Angola readquirido no seu consulado, o Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço, está em Lisboa em parceria de Chefes de Estado e

Olhó copo

Ontem num repasto modesto com o meu amigo Solunga, jovem da oligarquia déspota familiar, dissidente das minudências parentais, estranhei ele levantar-se para ir ao WC e levar o copo consigo, indelicadeza pouco habitual. Entre amigos