As últimas obras do artista plástico Francisco Van-Dúnem “Van” já estão expostas no Espaço Luanda Arte (ELA), na Baixa de Luanda. Esta exposição individual de artes plásticas intitula-se “Arte, Natureza e Objectos”.

A amostra reúne um conjunto de 15 obras de arte, que ficará patente ao público até ao próximo dia 30 de Outubro.

Uma das finalidades da exposição, disse Van, é de contribuir para a revalorização do ambiente natural como fonte inesgotável de conhecimentos e de aplicações artísticas.

Em relação à evolução das artes plásticas em Angola, o artista assegura que as mesmas têm bons artistas e muita produção artística, contudo “faltam sobretudo consumidores e coleccionadores”, o que está a limitar todos os esforços que visam o desenvolvimento.

 Van também realçou que antes da sua participação na última exposição colectiva, em dueto com o fotógrafo belga Kristof Degrauwe, de 7 de Maio a 30 de Junho deste ano, na mesma galeria de arte, expôs individualmente, no Camões, em Luanda, na exposição de pintura “Formas, Kitandeiras e Zungueiras”, um projecto que nasceu da necessidade de mostrar ao público um conjunto de obras, no qual o autor aborda, plasticamente, a mulher no mercado informal de trabalho.

Quem também apreciou muito o trabalho exposto pelo artista plástico, foi o escritor, poeta e crítico Lopito Feijó. “Uma vez mais, fazendo jus à sua presente, regularidade e constância pictórica nos mais visíveis, representativos e significativos da urbe luandense, Van surpreende-nos com mais esta proposta impregnada de um forte apelo para a leitura visual e fruição de uma parte dos motivos da sua inspiração e criatividade dos últimos tempos”, escreveu Lopito.

O escritor refere, ainda, que com mais de três dezenas de exposições individuais e centenas de exposições colectivas em que participou, esta nova mostra de Van “é multidisciplinar e reúne artes visuais e plástica desde desenho, pintura, escultura, vídeo e instalação”.

Os objectivos da exposição de Van, sublinha, são “contribuir para a educação social e cultural da população angolana e não só, assim como revalorizar o ambiente natural como fonte inesgotável de conhecimentos e de aplicações artísticas”.

Van nasceu no Ícolo e Bengo e fez os estudos primários e secundários em Luanda. Concluiu o Curso Geral de Artes Visuais na ex-Escola Industrial de Luanda (1976). É membro fundador da União dos Artistas Plásticos (1977). Concluiu o curso Médio de Pintura em Havana (1981) e a licenciatura em Educação Visual e tecnológica na Escola Superior de Viana do Castelo (1994).

Foi cofundador e professor de desenho, gravura e pintura e também director da Escola Média de Artes Plásticas em Luanda (1994/1997). Concluiu o Mestrado em Educação Artística na University of Surrey Roehampton em Londres e foi Secretário-Geral da UNAP e Diretor Nacional de Formação Artística.