A UNITA não tomou posse de boa-fé na Assembleia Nacional. Isso vê-se na farsa que estão a arranjar a propósito da eleição da Mesa. Invocam princípios que não se aplicam e trocam tudo para baralhar os distraídos.

Vamos explicar tudo, mais uma vez:

É falso que o grupo parlamentar tenha chegado a um acordo com a UNITA sobre a composição da Mesa;

É falso que o princípio da proporcionalidade obrigue a uma ordem pré-estabelecida nas Vice-Presidências;

É falso que a direcção de um partido político não se possa coordenar com o seu grupo parlamentar para preparar deliberações na Assembleia Nacional;

É falso que tenha havido alguma violação da separação de poderes. O certo é que a Mesa da Assembleia foi eleita pelos deputados e é assim que deve ser;

O triste é que tudo o que a UNITA diz é falso. Apenas demonstra um espírito de guerrilha que não abandona.

O MPLA tem de exercer a sua maioria sem medo. O seu diálogo é com a população, não com esta UNITA que não respeita as regras do jogo.