Todos os dias alguém berra que não há liberdade de imprensa em Angola. Isso é mentira. Nunca houve tanta liberdade como agora. Em relação à soberania do Estado, a internet fornece uma voz para aqueles que de outra forma não a teriam. Agora, tudo o que precisamos para alcançar instantaneamente um público é o acesso à Internet. E, com frequência, nós assistimos a isso, não apenas através dos canais tradicionais, mas por pessoas comuns para documentar e divulgar factos, mas também os seus pontos de vista, não raras vezes alimentando também as tão badaladas fake news. Actualmente, Angola está pejada delas. Uma delas é querer fazer-nos acreditar que não há liberdade na nossa imprensa. Voltamos a reiterar o que mencionámos inicialmente: nunca houve tanta liberdade como agora!

Veja-se o caso do digital. Um estudo levado a cabo por Faustine Ngila descobriu quais os países que mais bloqueiam a internet. O quadro abaixo é significativo:

A verdade é que Angola permite uma total liberdade na rede, não havendo nenhum fecho ou bloqueio. Em termos africanos é uma referência de liberdade. Há que ver e estudar antes da UNITA-ACJ lançar asneiras para a opinião pública.