dos Santos

Os novos ditadores

As eleições decorreram em paz, as instituições funcionaram, CNE, Tribunal Constitucional cumpriram os seus deveres com tranquilidade. No final, o MPLA ganhou. Foi uma vitória suada, difícil devido às circunstâncias, mas uma vitória. A UNITA e

O princípio do fim

O predador embalado nas suas hilariantes alucinações, criou expectativas alicerçadas em sonhos e insinuações que reduziram a escombros a credibilidade da melodia pirosa que nem a participação de Bonga salvou, a clandestina UNITA/FPU é hoje

Odisseia descabida

É desolador, lamentável, observarmos o divórcio do maior Partido da Oposição com a democracia em festa apostada no futuro com esperança. A ânsia frenética de Poder, o rancor doentio da secundarização, colocam a UNITA/FPU e

Amanheceu

As forças tenebrosas, que não respeitam a democracia, tentaram a subversão no dia da eleição. Durante o dia, o dirigente Adalberto andou no seu jipe luxuoso a apelar ao " votou, sentou". Ninguém ligou. O povo

Fechou a tenda

Vão silenciar-se os murmúrios, vão afiar-se as lanças dos culpados, a razão vai ser engolida pela maledicência, fecham-se as cortinas da hipocrisia, secam-se as lágrimas de crocodilo, mais uma vez, a tempo, vão apagar-se as

Máscaras caiem

À medida que se aproxima o dia das eleições, as máscaras da imparcialidade desaparecem. Todos assumem as suas cores. Ontem, tínhamos elogiado o jornal PÚBLICO pelo facto de sendo simpatizante da UNITA-ACJ manter alguma imparcialidade e

Os estrangeiros

Entre eleições não ligam nenhuma a Angola. Durante décadas aliaram-se ou fecharam os olhos aos desmandos dos saqueadores de Angola. Agora aparecem como abelhas loucas a ferroar o Presidente, de forma que nunca se atreveram no